Máscaras de proteção: da gripe espanhola ao corona vírus

Em 1918, o mundo enfrentou uma pandemia devastadora, a gripe espanhola. A prevenção de contágio, foram bem semelhantes às que estamos vivenciando: máscara, distanciamento social e quarentena.

Foto: Getty Images / BBC News Brasil

Nos últimos meses, o mundo vem enfrentando novamente um cenário de pandemia. Em muitos lugares faltam EPIs (equipamento de proteção individual) nos hospitais, como máscaras descartáveis, luvas, aventais, entre outros. Por isso, a recomendação dos órgãos de saúde é o uso de máscaras de tecido reutilizáveis para toda a população, ou seja, aquelas que podem ser higienizadas e usadas novamente. Devemos deixar as descartáveis e cirúrgicas, como a N95, para os profissionais da saúde que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus.

As máscaras que já são parte do nosso dia a dia (ou deveria ser), continuará fazendo parte pelos próximos meses. Sendo ela, a nossa única opção para evitar e reduzir o contágio, pois é possível contrair o vírus e não manifestar sintomas, mas ainda sim transmitir. Usando-a de forma correta, ela é capaz de impedir que micropartículas contaminadas provenientes de outras pessoas entrem em contato com as nossas mucosas (olhos, nariz e boca). Mas lembre-se, não é porque está usando máscara que deve esquecer e negligenciar outras medidas de proteção.

Foto: André Carvalhal / @carvalhando

Mesmo sendo um item de primeira necessidade e com propósito de nos proteger, máscaras estilosas e com personalidade tem surgido cada vez mais. Diversas marcas incluíram as máscaras em sua produção, assim como pequenas oficinas e ateliês. Opções para diversos gostos e estilos não nos faltam! Escolha com sabedoria, a partir dos materiais usados na confecção e não somente da aparência estética.

O uso de máscara é uma responsabilidade individual e coletiva no combate à pandemia, mas não podemos esquecer dos cuidados com a higiene, o distanciamento e isolamento social também.

Aqui estão alguns cuidados importantes que devemos ter com as máscaras:

  • A máscara é individual e não deve ser compartilhada, mesmo depois de lavada.
  • O ideal é trocar quando estiver úmida, não ultrapassando duas horas de uso.
  • Deve ter pelo menos duas camadas de tecido (malha, algodão, tnt 40).
  • Deve proteger toda a região do nariz, boca e queixo, não deve ter aberturas.
  • Use sempre que sair de casa, leve uma reserva com você!
  • Lave com água sanitária ou desinfetante.

O Instituto de Física da Universidade de Uberlândia testou a eficácia de vários tipos de máscaras. Confira abaixo as eficiências das máscaras caseiras. Nossas máscaras elásticas estão selecionadas entre 2 e 3 camadas de tecidos.

Nossas máscaras elásticas e reutilizáveis.

Criadas com um intuito minimalista, as máscaras elásticas da Uhnika possuem tecidos de alto gramatura e boa qualidade, forro 100% algodão premium. Optamos pelo forro de algodão pois é a parte que fica em contato com a pele do rosto, boca e nariz. As cores foram selecionadas para que você consiga combinar as máscaras com diversos looks de seu guarda roupa. Possuem tamanhos diferentes para se adaptar melhor ao tamanho de cada pessoa (crianças, adolescentes, mulheres ou homens – verifique as medidas do produto). 

Até o mundo encontrar uma vacina, precisamos proteger uns aos outros usando máscaras. Vamos nos adaptando a esse novo mundo.

Cuide-se.

Marcado com , , , , , ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

(function ($) { })(jQuery);
%d blogueiros gostam disto: