mes das mulheres post

MULHERES, MÚLTIPLAS & MAGNÉTICAS

Mulheres, Múltiplas & Magnéticas
mes das mulheres post
Mulheres, Múltiplas & Magnéticas

“A beleza aparece quando algo é completo, absoluto e abertamente ele mesmo.”

— Deena Metzger

 

 

 

Você já ouviu falar na influência da Lua sob nossos ciclos? O que é o Sagrado Feminino e por que o patriarcado conseguiu dissipar a história de nossas ancestrais? Já reparou em todo esse Universo de conexão e coexistência com a Natureza?

O mês de Março tem muito significado em nossas lutas por equidade e direitos de gêneros. Para nos aprofundar no ser MULHER, esse mês iremos resgatar nossa história com o ciclo menstrual, nossa potência de força, onde nós éramos figuras de vida e sagradas.

Aproveite a leitura!

ciclo-lua-mulheres-arte
Somos como a Lua

A Lua e a Mulher: Uma relação de ciclos

Sabemos que a física fala sobre a influência da Lua na Terra, desde as 4 estações, a agricultura, os oceanos, a vida de todas as espécies. Com os seres humanos não podia ser diferente, afinal, se a Lua influencia a água e possuímos cerca de 70% em nosso corpo, por que não teria influência sob nós, não é mesmo?

Os 28 dias de ciclo, as estações e a MULHER

A Lua demora 28 dias para dar a volta completa na Terra e o clico menstrual possui aproximadamente esse mesmo tempo. Coincidência? Ou é a Natureza nos mostrando o quanto somos poderosas, que nossas emoções existem e não é por acaso! Para entender melhor essa relação íntima é necessário saber que antigamente as mulheres orientavam os ciclos através da Lua. Hoje é difícil imaginar essa ideia devido as interferências externas e do patriarcado que conseguiu criar uma imagem demonizada e objetificada do corpo feminino. As “bruxas”, por exemplo, na verdade eram mulheres que usufruíam do que a Natureza proporcionava para viver e curar pessoas.

Mulheres são como a lua

O machismo faz um trabalho tão intenso em nossa recusa com o nosso próprio corpo, que a frase “mulheres são como a lua” tornou-se pejorativo e na verdade é sublime! O fato de termos o auto controle sob nossos corpos e mentes assustou, e ainda assusta, a sociedade que vivemos. Por isso esse esforço incessante para nos ensinar a odiar os processos naturais que acontecem com o nosso corpo. O primeiro passo para se libertar dessa prisão mental é entender a relação da Lua, as estações e a nossa existência. Somos 3 em 1 de forma enérgica:

Menstruação. Lua Nova. Inverno: A fase reflexiva, o silêncio é a nossa melhor companhia, um olhar “para dentro”. Nessa fase o externo pode ficar mais incômodo. O corpo está muito sensível e nossa intuição feminina muito mais aguçada. Permita-se menstruar, deixe fluir essa energia e, principalmente, descanse.

Pré-ovulação. Lua crescente. Primavera: A semana após a menstruação é do aumento de energia, uma fase que estamos mais concentradas e prontas para materializar projetos. As emoções estão mais estáveis e nossa energia está em sua máxima potencia. Durante essa lua, estamos ligadas no 220v.

A ovulação. Lua Cheia. Verão: Há um entrega de amor em tudo que é feito. Uma energia tão grande que expande. Sabe quando a gente escuta “Nossa, você está tão iluminada, diferente”. Também é o momento da nossa fertilidade, não só para gerar outra vida, mas em todos os nossos objetivos.

“Durante a ovulação nossa sensação de bem-estar pessoal está diretamente relacionada com a expressão de nossos sentimentos de amor, apreço, gratidão e carinho”

-Miranda Gray

Pré-menstruação. Lua minguante. Outono: Um momento de menor concentração e energia, é onde nos livramos do que não traz benefícios. É aqui que existe a TPM (tensão pré-menstrual), ficamos mais nervosas e agitadas emocionalmente. Essa fase também é o momento de cura, de pensar nos objetivos, desejos e medos. Pode acontecer do desejo sexual crescer exponencialmente.

as fases da lua
Somos a força da Lua e dos Oceanos juntos!


Conhecimento e o resgate de olhar para dentro

Aonde foi parar nossa visão sobre nós mesmas? Nosso autoconhecimento nas emoções e desejos próprios? Precisamos saber respeitar o que acontece de dentro para fora e simplesmente deixar fluir para aproveitar o melhor de nós. O objetivo desse mês é resgatar nossa melhor versão e conectar com nossa força selvagem.

Vamos aprender juntas!

À partir do dia 8 de Março, nessa histórica data, iremos abordar temas como o Sagrado Feminino, os Arquétipos Femininos e trazer convidadas em nosso perfil no instagram @Uhnika que vão mostrar como nos reconectar com essa força que foi reprimida ao longo do tempo. Vamos aprender a entender através do Calendário Lunar nosso corpo físico, estado emocional. E, ainda, vamos fazer um DIY super especial de como criar sua própria Mandala Lunar e registrar o seu ciclo.

Para comemorar todo esse processo de aprendizado teremos uma surpresa final! Você não pode perder! Permita sentir sua força feminina!

Estamos te esperando, beijos!

Similar Posts

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.