Meu Carrinho

Algodão Sustentável: entenda o que é e vantagens de utilizar

Aqui na UHNIKA, utilizamos algodão com certificação BCI na produção das nossas camisetas, calças e máscaras reutilizáveis. Nossa meta atual, é ter 40% da produção com tecidos com certificação ambiental. Além de serem tecidos com alta durabilidade, possuem um toque macio e superior em relação ao comum - sem certificação.
Algodão Sustentável

Você já parou para pensar no impacto que as suas roupas possuem no meio ambiente? Este impacto existe e não é pequeno.

Do outro lado da cadeira produtiva, surge uma alternativa no setor têxtil: o algodão sustentável.

Para se ter uma ideia, atualmente, a indústria têxtil é a responsável por 8% da emissão de gás carbônico no mundo, atrás apenas do setor petrolífero.

Mas o impacto da indústria têxtil não está apenas no setor ambiental – como se fosse pouco. 

A indústria têxtil também possui grande parte de sua produção terceirizada em busca de mão de obra barata.

Grandes marcas de moda estão associadas ao trabalho escravo e, mesmo assim, continuam sendo um sucesso de vendas!

O algodão sustentável surge como uma alternativa a tudo isso. Em sua produção, tanto a mão de obra quanto o impacto causado no meio ambiente são levados em consideração.

Quer saber mais sobre o algodão sustentável e como é feita a sua produção? Acompanhe a leitura!

O que é algodão sustentável?

O algodão sustentável é uma matéria-prima que leva tecnologia de ponta na sua produção, para evitar o desperdício e maximizar o aproveitamento da pluma.

Portanto, a maneira de produzir o algodão sustentável é aquela tradicional, com máquinas e em larga escala. 

Entretanto, a diferença está na forma como essa produção é conduzida e tem a ver com o uso de agrotóxicos de forma consciente, com uma mão de obra justa e sem prejudicar o ecossistema.

De acordo com a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), para ser sustentável a produção de algodão precisa obedecer a três pilares:

  • Pilar Social

O pilar social é voltado ao respeito e à valorização da mão de obra envolvida na produção.

Entre as garantias que os trabalhadores devem ter estão a remuneração justa, com direito a folga, lazer, atendimento médico, entre outras características.

  • Pilar Ambiental

O pilar ambiental diz respeito à preservação do meio ambiente de forma geral, com a proteção de nascentes e rios, preservação do solo, da qualidade do ar e da água.

  • Pilar Econômico

A produção deve considerar também a rentabilidade do produtor, contribuindo para práticas econômicas justas e um mercado mais produtivo e equilibrado.

Estes três pilares fazem parte do programa Algodão Brasileiro Responsável (ABR) criado pelos cotonicultores para uma produção mais sustentável.

Princípios da produção de algodão sustentável internacional

Foi tendo em mente esses três pilares acima, que a Abrapa fez uma parceria com a Better Cotton Iniciative e deu início ao certificado BCI no Brasil.

Basicamente, os princípios para uma produção ter a certificação de sustentabilidade internacional são:

  1. Minimizar os impactos prejudiciais das práticas de proteção à cultura de algodão.
  2. Utilizar a água de maneira eficiente e zelar por sua disponibilidade.
  3. Cuidar da saúde do solo.
  4. Conservar os habitats naturais.
  5. Zelar e preservar a qualidade da fibra.
  6. Promover relações justas de trabalho.

Leia também: Por que comprar moda sustentável?

Produção de algodão no mundo

Produção de algodão no mundo

O algodão é uma das fibras mais antigas e cultivadas do mundo. Ela é usada para fazer grande parte dos tecidos que usamos em nosso dia a dia.

No entanto, para cultivá-la a agricultura teve que se alterar para suprir as altas demandas da indústria têxtil.

Ao invés de usar os métodos tradicionais de cultivo (que eram sincronizados com a natureza e os ciclos naturais das estações), hoje em dia existe uma intensificação desse tipo de cultura.

Nesse processo de alta demanda, a terra passou a ser vista como uma fábrica, e para isso foi necessária a utilização extensa de agrotóxicos e produtos químicos, para acabar com pragas e alavancar a colheita.

O filme The True Cost (clássico documentário sobre moda sustentável) mostra muito bem essa deficiência no cultivo do algodão.

O longa fala sobre o impacto da moda nas pessoas e no planeta e nos convida a ter um olhar diferente sobre o setor.

Os maiores plantios de algodão são na Índia, o qual o uso de sementes transgênicas e agrotóxicos fez aumentar o número de deformidades genéticas, doenças mentais e câncer nas populações locais.

Por esses motivos, a cultura do algodão certificado ou orgânico se faz importante para o planeta daqui para frente.

– Importância econômica da produção de algodão sustentável

Alguns dados são o termômetro da importância econômica e social do algodão e justificam a atenção mundial para o setor:

  • aproximadamente 35 milhões de hectares de área cultivada, o que representa 2,5% da terra arável no mundo;
  • aproximadamente 80 países produzem algodão em escala comercial;
  • mais de 90% dos cotonicultores vivem em países em desenvolvimento, em propriedades agrícolas de menos de dois hectares;
  • em geral, o algodão representa uma cultura rentável para os agricultores e é parte importante da economia de seus países;​
  • cerca de 300 milhões de pessoas trabalham anualmente no setor, segundo estimativa do International Cotton Advisory Committee (Icac);
  • o algodão é, ainda, um vínculo único e vital com a economia global para milhões de pessoas em alguns dos países mais pobres do mundo.

Qual é a diferença entre algodão sustentável e algodão orgânico?

As produções de algodão sustentável e orgânica são bastante confundidas, mas ambas possuem diferenças significativas.

O algodão orgânico vem de uma produção que não utiliza agrotóxicos e defensivos agrícolas em seu cultivo.

Por isso, menos água é utilizada em sua produção, que depende de fatores climáticos como a chuva.

No ramo têxtil, o algodão orgânico tem se mostrado uma das alternativas sustentáveis para a produção de tecidos. 

Isso porque os tecidos de algodão são biodegradáveis e, diferentemente das fibras sintéticas, se degeneram mais rápido no meio ambiente.

Entretanto, a produção de algodão orgânico ocorre em menor escala e acaba não dando conta de atender a demanda têxtil existente hoje.

Já a produção de algodão sustentável busca um equilíbrio entre uma produção rentável ao produtor e, ao mesmo tempo, justa social e ambientalmente.

O conceito de sustentabilidade do algodão também visa uma produção que atenda à demanda e ofereça mais longevidade às peças.

Quais os benefícios do algodão sustentável?

Benefícios do algodão sustentável

– Redução do uso de água

Os produtores de algodão sustentável aprendem técnicas para melhorar o manejo da água e evitar o desperdício com a produção.

Mesmo que haja irrigação, ela deve ser feita de forma responsável e sem o abuso do uso da água.

– Menos pesticidas na natureza

Com o manejo integrado de pragas, prática que é adotada na produção sustentável do algodão, o uso de pesticidas é reduzido.

Dessa forma, os agricultores conseguem eliminar o uso de pesticidas perigosos e adotar o uso de biopesticidas e até armadilhas para evitar as pragas na produção.

O uso de químicos é apenas em último caso.

– Conservação de habitats

Com a adoção de uma melhor conservação do solo e a redução do uso de químicos, a conservação de habitats é naturalmente conservada.

Os pesticidas representam uma ameaça para os ecossistemas e a biodiversidade em torno da agricultura.

– Saúde do solo

O solo é a base da agricultura. Sem a conservação do solo, a terra fica árida e sem função. 

Com a produção de algodão sustentável, busca-se um manejo sustentável do solo baseado nas seguintes características:

  • análise do solo;
  • melhora da estrutura, fertilidade e ciclo de nutrientes.

Leia também: O que é ‘Greenwashing’ e por que ele é tão perigoso para o meio ambiente

Você sabe o que é um algodão certificado?

O algodão com certificado BCI é emitido e controlado pela Better Cotton Initiative (BCI), uma organização sem fins lucrativos, criada em 2005, com sede em Genebra, Suíça.

A BCI atua para melhorar a produção mundial do algodão para aqueles que o produzem, para o meio em que é cultivado e para o futuro do setor.

A certificação BCI é uma forma sustentável de produzir algodão, priorizando:

  • A melhoria contínua das boas práticas de produção;
  • As relações justas de trabalho;
  • A transparência para o mercado e a rastreabilidade do algodão. ​

Implementada no Brasil pela Associação Brasileira de Produtores de Algodão (Abrapa), com o apoio de suas associações estaduais e da Fundação Solidariedade, a certificação BCI tem como meta de longo prazo implantar seus princípios e critérios na produção algodoeira mundial, como já vem ocorrendo em alguns países produtores.

O uso do algodão sustentável no Brasil

O Brasil, hoje, se destaca como o maior fornecedor mundial de Better Cotton.

Ou seja, somos responsáveis pela maior produção de algodão sustentável do mundo. 

A produção de algodão sustentável se destacou no cenário brasileiro em parte pela alta produção de algodão no país, mas também devido ao surgimento de programas que incentivam a sustentabilidade da prática agrícola.

Alguns exemplos são os programas desenvolvidos pela Abrapa desde 2005 e também a parceria entre a Abrapa e a Better Cotton Initiative, que deu início ao certificado BCI no Brasil.

Aqui na UHNIKA, utilizamos algodão com certificação BCI na produção das nossas camisetas, calças e máscaras reutilizáveis.

Nossa meta atual, é ter 60% da produção com tecidos com certificação ambiental. Além de serem tecidos com alta durabilidade, possuem um toque macio e superior em relação ao comum – sem certificação.

Confira os produtos com algodão sustentável da Uhnika!

Conclusão

Neste texto, pudemos aprender mais sobre o algodão sustentável e porque a utilização dele pela indústria têxtil é tão necessária e urgente.

Aprendemos também o que é algodão certificado pela BCI e a diferença entre algodão orgânico e algodão sustentável, muito confundido na atualidade.

O algodão sustentável é uma alternativa que garante tanto o bem-estar do ecossistema quanto às práticas econômicas justas ao produtor.

E você, já adota o consumo de algodão sustentável no seu guarda-roupa?

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp

Deixe uma resposta

Não vá embora…

Insira o seu e-mail e receba o CUPOM
de 10% OFF em sua primeira compra!

*Fique [email protected], prometemos não enviar SPAM! 🙏